Alecive-Flatwoken-Apps-Whatsapp whatsapp Agende: 61 99993 0038
 

Afinal, que luz é essa para acabar com suas varizes?

Home  |  Notícias   |  Afinal, que luz é essa para acabar com suas varizes?

Afinal, que luz é essa para acabar com suas varizes?

Digo que um dos grandes fascínios da Medicina está no fato de ser uma ciência que avança não só para apresentar a cura das patologias, mas também por disponibilizar cada vez mais opções de tratamentos – que levam à cura ou não, menos agressivos e invasivos para o paciente. O uso do laser é um exemplo disso, uma técnica que começou a ser usada pelos profissionais da saúde, em 1960, pela oftalmologia e dermatologia e, hoje, é realidade em praticamente todas as outras especialidades.

Na Angiologia, ramo que estuda as doenças vasculares e seu tratamento, a inovação tem feito toda a diferença quando o assunto é tratar as velhas e sempre tão indesejadas varizes. A técnica substitui a cirurgia que, além de ser mais delicada, resultava em um pós-operatório dolorido e exigia repouso durante semanas e uso de meias específicas por um longo período de tempo.

O laser tem sido empregado em praticamente todos os tipos de varizes, principalmente naquelas com tamanho entre 2 e 5 milímetros (microvarizes) e nas telangiectasias (vasinhos). Neste caso, é usado o laser transdérmico que, ao ser aplicado, esquenta o sangue dentro da veia. Esse aquecimento promove a contração e destruição do vaso que, a partir daí, fica impossibilitado de transportar o sangue e é absorvido pelo organismo.

E por que é considerado um procedimento minimamente invasivo? Porque dispensa o uso de agulhas e a realização de cortes. O angiologista/cirurgião vascular o realiza no próprio consultório. Ele aponta o aparelho na superfície da região onde estão as varizes, e a onda de luz se encarrega de atingir o vaso. Um detalhe muito importante está no fato de o laser ser direcionado à área doente e, desta forma, não provocar estragos, como manchas, feridas e queimaduras, nas proximidades de onde houve a aplicação.

Os resultados não se limitam a associar o trinômio conforto, eficiência e segurança apenas aos casos mais simples. A eficácia tem sido aplaudida também nas veias safenas adoentadas. Elas estão localizadas nas pernas e servem para levar o sangue dos pés até as partes mais altas do corpo. Porém, quando essas estruturas dilatam, elas passam a fazer o transporte no sentido contrário, o chamado refluxo, que provoca varizes e outros sérios problemas ao organismo e precisa ser tratado o quanto antes.

A duração do tratamento a laser vai depender do tipo e da evolução do caso, mas o resultado, em geral, já é visível na primeira sessão. Outra vantagem é o índice de complicações pós-procedimento, que é muito baixo, se comparado com a cirurgia tradicional.

Inquestionáveis são as vantagens do uso do laser, porém alguns grupos estão na lista de contraindicados a realizar o procedimento: pessoas com histórico de câncer nos últimos 5 anos, gestantes e lactantes. Não se recomenda também fazer aplicações em regiões com machucados.

Saber da técnica e de suas vantagens não é o único requisito para optar por ela. Só um profissional devidamente preparado pode lhe ajudar a tomar essa decisão. Primeiro, porque ele vai avaliar a situação e dizer se o laser oferecerá os resultados esperados. Segundo, porque o laser implica o manuseio correto dos equipamentos destinados a essa função. Por isso, marque uma consulta com um angiologista/cirurgião vascular. Ele é o especialista que tirará as dúvidas e garantirá uma escolha segura.

Saiba mais sobre o Dr. Antonio Carlos de Souza

O diretor técnico da Clínica Angiomedi, em Brasília, tem um currículo que o torna grande conhecedor na especialidade. Formou-se, em 1992, em Medicina pela Universidade de Brasília.

A Residência Médica em Cirurgia Geral e em Cirurgia Vascular e Angiologia ocorreu de 1993 a 1996. E não parou por aí. Concluiu o Doutorado em Ciências Médicas pela Universidade de São Paulo, em 2001. Marcou participação no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP-RP, onde foi médico assistente.

Atualmente, é membro titular da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, e atual vice-diretor de Defesa Profissional. É também membro da IVS (Independent Vascular Services).

É professor do curso de Medicina da Universidade Católica de Brasília e coordenador do curso de Medicina da Escola Superior de Ciências da Saúde, onde também foi docente.

A dedicação ao estudo em educação médica e à assistência médica em Angiologia e Cirurgia Vascular não pára, visto que está sempre em busca de atualizações para beneficiar os pacientes.

Saiba mais sobre a Angiomedi

Tudo começou em 2013, quando o cirurgião vascular Dr. Antonio Carlos de Souza fundou a unidade com o intuito de ser um centro médico altamente especializado em saúde vascular. E assim aconteceu e é realidade. A Clínica Angiomedi conta com um trabalho diferenciado voltado para a prevenção, diagnóstico e tratamento dos transtornos circulatórios.

A missão é agregar respeito, humanização, responsabilidade, inovação e personalização para prestar um atendimento de ponta, que contribua com a melhoria da saúde vascular dos pacientes.

A Clínica Angiomedi oferece o que há de mais moderno e eficaz no tratamento de varizes, aneurismas de aorta abdominal e úlceras de pernas e pés diabéticos.

PREV

Chegou a hora de fazer seu check-up Vascular

NEXT

Entenda o porquê de reabilitar o paciente de insuficiência venosa

Deixe um comentário