Alecive-Flatwoken-Apps-Whatsapp whatsapp Agende: 61 99993 0038
 

Cuide de suas pernas. O verão está a caminho.

Home  |  Notícias   |  Cuide de suas pernas. O verão está a caminho.

Cuide de suas pernas. O verão está a caminho.

Confira cinco dicas sensacionais

O verão bate à porta. Isso mesmo! Daqui a menos de três meses a nova estação chegará com tudo. Será a hora de mexer no guarda-roupa, usar e abusar da minissaia, do shortinho, do biquíni ou do maiô e aproveitar ao máximo as altas temperaturas. Os mais sortudos colocarão todos esses itens na mala e embarcarão para perto das praias e rios. Mas será que as pernas estão preparadas para toda essa superexposição? Ou os vasinhos e varizes fazem parte da realidade e não permitem tanta liberdade para colocar as pernas de fora?

Se você está entre aqueles que durante todo o ano pensaram em se livrar desses inimigos da boa aparência, mas, por algum motivo, não conseguiram e agora querem saber se ainda dá tempo de correr atrás do prejuízo, então acessou o lugar certo para obter as informações corretas e as dicas para aproveitar o verão.

Antes de tudo, é importante esclarecer que o tratamento de varizes pode ser feito em qualquer época do ano. Recomenda-se, no entanto, que o paciente não se exponha logo em seguida aos raios solares para evitar as manchas. Imagine ter um hematoma – provocado pelo procedimento – e deitar ao sol, durante alguns minutos ou até horas, na tentativa de ganhar um bronzeado? A marca ficará ainda mais acentuada e será necessário um longo período para desaparecer. Por isso, o ideal é procurar a orientação um pouco antes para que haja tempo suficiente para a pele se recuperar. Mas, se não foi possível, nada de desanimar. Ainda há como mudar a situação.

Dica 1: A escleroterapia é uma técnica indicada para acabar com as pequenas varizes e vasinhos. Ela é feita no consultório, dura mais ou menos meia hora e dispensa anestesia. Existem três tipos: química, espuma e a laser.

Na química, o angiologista injeta um líquido esclerosante – a glicose é o mais usado. A substância entra no organismo a uma temperatura aproximada de 30 graus negativos e promove a contração da veia. Ela se fecha e desaparece com o tempo. Dessa forma, o sangue busca outros caminhos – outras veias – para concluir o trajeto dos membros inferiores para o coração. A da espuma caracteriza-se pelo uso de outra substância que, quando manuseada, vira espuma e fica em contato com a parede da varizes. Na forma a laser, o calor se encarrega de acabar com os vasos.

O procedimento pode provocar, na hora, sensação de queimação e vermelhidão. Os pequenos hematomas podem permanecer durante aproximadamente 15 dias.

Qual tipo você deve escolher? Aquele que seu cirurgião vascular/angiologista disser que é o mais indicado.

Dica 2: Varizes num nível mais complexo podem sinalizar a necessidade de uma cirurgia. O tipo do procedimento dependerá da gravidade do caso e das condições do paciente. O médico precisará também considerar a localização das varizes a serem retiradas porque não mais auxiliam no processo de circulação do sangue e, para piorar, provocam incômodo, dores, sensações de peso e cansaço.

Os roxos podem permanecer entre 6 e 8 semanas após a cirurgia. O pós-operatório deve ser seguido à risca para evitar complicações e alcançar os resultados desejados, que devem aparecer num prazo médio de 2 meses depois.

Dica 3: Os procedimentos listados acima – feitos com profissional capacitado – garantem exibir uma boa aparência das pernas no verão. Mas é preciso manter alguns hábitos. Um deles é a proteção contra os raios ultravioletas. O uso do protetor solar nas pernas – assim como no restante do corpo – deve ocorrer todos os dias, independentemente do tempo que faça (frio ou calor) e do passeio programado. Se for tomar sol, prefira o horário mais apropriado, que é até às 10h e após as 16h.

A hidratação é uma grande aliada. Por isso, beba bastante liquido. O ideal é lembrar-se de refrescar as pernas com água do mar, rio ou piscina, com frequência. E nada de se esquecer dos cremes. Você mesmo(a) pode realizar automassagem ao deitar. Ao lado disso, há ainda a preocupação com a boa alimentação.

Dica 4: Atividade física é uma das recomendações para evitar as varizes ou impedir o agravamento daquelas já existentes, pois uma das causas das varizes é o sedentarismo. Vale caminhar, correr, nadar, dançar. Mas a cautela deve prevalecer. Os exercícios, principalmente aqueles considerados de alto impacto, devem ser realizados sob a orientação de um profissional. A musculação, por exemplo, tem que ser na medida certa, caso contrário, um peso usado acima do recomendado para a sua estrutura pode provocar um excesso de tensão e dilatação dos vasos.

Dica 5: Sempre procure um médico vascular para saber quais as técnicas mais indicadas para o seu caso. Durante a consulta, ele tem condições de verificar o estágio do problema e escolher o procedimento que oferecerá o resultado mais rápido e eficiente. “Um profissional responsável não fará falsas promessas nem criará expectativas infundadas. Se houver necessidade de tratamentos mais longos e complexos, ele apresentará as explicações, mas também orientará sobre os cuidados a serem tomados para aproveitar o verão sem consequências para a saúde”, aconselha o diretor técnico da Angiomedi (Centro Integrado de Angiologia), no Distrito Federal, e cirurgião vascular, Dr. Antonio Carlos de Souza.

As varizes, para muitas pessoas, representam um problema estético. Esse tipo de pensamento leva muita gente a cair nas promessas de produtos milagrosos, que oferecem a solução em poucos dias. “Não é bem assim. Quem pretende, agora, buscar ajuda para aproveitar melhor o fim de ano, viajar, ir à praia, ainda dá tempo. Mas essa orientação deve ser dada por quem dedicou anos de estudos para entender o assunto e não colocará a saúde da pessoa em risco. Com todos os cuidados tomados, o sucesso nesse momento de diversão está garantido”, conclui o especialista.

NEXT

Benefícios do futebol

Deixe um comentário