Alecive-Flatwoken-Apps-Whatsapp whatsapp Agende: 61 99993 0038
 

Tratamento de aneurisma da aorta abdominal depende de características individuais

Home  |  Notícias   |  Tratamento de aneurisma da aorta abdominal depende de características individuais

Tratamento de aneurisma da aorta abdominal depende de características individuais

Cada pessoa, ao ser acometida pelo aneurisma da aorta abdominal, carrega consigo características individuais com inúmeras possibilidades de apresentação clínica, alterações anatômicas e outras doenças associadas. Por esse motivo, a escolha de qual ou quais tratamentos a serem adotados, levando em conta as suas vantagens e desvantagens, deve ser feita com cautela pelo médico especialista em angiologia e cirurgia vascular.

O tratamento, ainda, deve ser individualizado, cabendo ao médico levar em consideração a expectativa de vida do indivíduo, a avaliação de risco cirúrgico, a anatomia do aneurisma e, inclusive, a preferência do paciente.

Sobre a doença
É chamada de aneurisma a dilatação de uma artéria que ultrapasse em mais de uma vez e meia seu diâmetro original. Esse fenômeno pode ocorrer em qualquer parte do corpo, no entanto, o aneurisma fora do território cerebral (chamado de periférico) mais comum é o da aorta abdominal, a maior artéria do corpo, que sai do coração, passa pelo tórax e abdome e distribui o sangue para todas as áreas.

Quando a doença ocorre na aorta abdominal, normalmente não apresenta manifestações, sintomas ou queixas. Logo, se não diagnosticado precocemente, um aneurisma da aorta abdominal já desenvolvido pode causar complicações graves à saúde do acometido. Entre elas, está a rotura ou rompimento da artéria dentro do abdome, o que pode ser fatal em até 80% dos casos.

Conheça os grupos que correm mais risco de sofrer um aneurisma da aorta abdominal:
Idosos;
Homens;
Fumantes;
Hipertensos.

Tipos de diagnóstico
O diagnóstico do aneurisma é feito inicialmente pelo exame físico realizado por um especialista e, em seguida, confirmado por exames que envolvem ressonância magnética, tomografia computadorizada e ultrassonografia da região abdominal. As imagens geradas por esses exames ajudam o médico a “ver” dentro da aorta e, assim, determinar a presença ou não da doença. Uma vez diagnosticado o problema, impõe-se o monitoramento de seu crescimento por meio dos mesmos exames.

Possibilidades de tratamento
O tratamento mais prescrito é o cirúrgico, em que, por meio da operação aberta, o aneurisma é excluído da circulação, evitando-se, assim, sua rotura.
Outra opção de tratamento é o endovascular, feito por incisão para introduzir uma prótese em direção à aorta abdominal. A indicação dessa modalidade de tratamento é reservada a pacientes com gravidade clínica avançada, cuja operação aberta convencional poderia trazer complicações.
Porém, tanto a operação aberta quanto a endovascular não são isentas de complicações — hematomas, infecções e deiscência são alguns exemplos delas. Apesar disso, um pós-operatório com cuidados especiais até a total reabilitação do paciente é fundamental e tem como objetivo diminuir tanto as complicações quanto a mortalidade nos indivíduos portadores de aneurisma da aorta abdominal, ainda que tratados.

Saiba mais sobre a Angiomedi
Tudo começou em 2013, quando o cirurgião vascular Dr. Antonio Carlos de Souza fundou a unidade com o intuito de criar um centro médico altamente especializado em saúde vascular. Assim aconteceu e, hoje, é realidade. A Clínica Angiomedi conta com um trabalho diferenciado voltado para a prevenção, diagnóstico e tratamento dos transtornos circulatórios.
Sua missão é agregar respeito, humanização, responsabilidade, inovação e personalização para prestar um atendimento de ponta que contribua com a melhoria da saúde vascular dos pacientes. Para isso, a Clínica Angiomedi oferece o que há de mais moderno e eficaz no tratamento de varizes, aneurismas de aorta abdominal, úlceras de pernas e pés diabéticos, entre outros problemas.

PREV

Altas temperaturas do verão aumentam chances de desenvolvimento de doenças vasculares

NEXT

Menos agressivos e de rápida recuperação: conheça os tratamentos a laser para varizes

Deixe um comentário