Alguns problemas vasculares não apresentam sintomas, mas podem levar a consequências graves. Só para exemplificar, o acidente vascular cerebral e o aneurisma da aorta abdominal podem causar morte e incapacidade permanente. Por isso, é importante realizar o check-up vascular anual como forma de prevenção.

A importância do check-up vascular

O check-up vascular é capaz de identificar e diagnosticar em fase inicial ou pré-existente doenças vasculares, muitas vezes silenciosas, mas com risco potencial. Consequentemente, pode-se evitar a evolução desses problemas e suas complicações.

Entre os testes que compõem o check-up vascular estão exames de laboratório, exames clínicos detalhados, com angiologista e/ou cirurgião vascular, e exames de imagem como o ecodoppler.

Ecodoppler

O ecodoppler é um exame ultrassonográfico completamente não invasivo, muito útil para o diagnóstico e o acompanhamento das doenças circulatórias. Ele pode mostrar, em tempo real, o fluxo sanguíneo e a parede do vaso, para a identificação de quaisquer obstruções.

A prevenção do AVC

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é a doença cerebral que mais mata no Brasil e decorre de alterações no fluxo de sangue para o cérebro. Ele é uma emergência médica que precisa de atendimento imediato e a rapidez no socorro aumenta as chances de sobrevivência.

Existem dois tipos de AVC:

  • Isquêmico — causado pela obstrução das artérias, o que impede a passagem de oxigênio para as células. É o tipo mais comum e representa 85% dos casos;
  • Hemorrágico — quando há rompimento de um vaso do cérebro e, consequentemente, hemorragia. É mais raro, acontece em 15% dos casos, mas também tem mais chances de levar à morte.

Para prevenir a doença é necessário eliminar os fatores de risco e realizar o check-up vascular periodicamente. Só para ilustrar, entre os fatores que podem levar ao AVC estão hipertensão, diabetes, obesidade e tabagismo.

O aneurisma da aorta abdominal não tem sintomas

O aneurisma da aorta abdominal é o aneurisma mais comum fora do território cerebral. Ele se caracteriza pela dilatação de um segmento da artéria em questão, mas não possui sintomas. Muitas vezes, sua primeira manifestação é, justamente, a ruptura — o que pode levar à morte.

Assim, é preciso preveni-lo, identificá-lo e/ou acompanhá-lo por meio de exames de imagem como o ecodoppler e a tomografia. Os pacientes de maior risco são os idosos. Outros fatores importantes que levam ao aparecimento da doença são tabagismo, pressão alta e hereditariedade.

Saiba mais sobre a Angiomedi

Tudo começou em 2013, quando o cirurgião vascular Dr. Antonio Carlos de Souza fundou a unidade com o intuito de ser um centro médico altamente especializado em saúde vascular. Assim aconteceu e é realidade. Como resultado, a Clínica Angiomedi conta com um trabalho diferenciado voltado para prevenção, diagnóstico e tratamento dos transtornos circulatórios.

Ademais, a missão é agregar respeito, humanização, responsabilidade, inovação e personalização. Além de prestar um atendimento de ponta, que contribua para a melhoria da saúde vascular dos pacientes.

Tempo de leitura: 3min25s

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
WhatsApp chat