Você sabia que, apesar de ser uma doença transmitida por via respiratória, a Covid-19 é uma doença vascular?

A informação segue de um estudo publicado na revista científica “Circulation Research”, da Associação Americana do Coração. Na pesquisa, foi criado um pseudovírus contendo a spike, proteína de pico presente na coroa do coronavírus, responsável pelos danos nas células que revestem o interior dos vasos sanguíneos.

A partir disso, foi possível observar que, mesmo isolada do Sars-CoV-2, a proteína de pico pode desenvolver doenças.

Já em laboratório, outra proteína, a ACE2, conectou-se à spike. Essa ligação impediu a sinalização molecular que a ACE2 faz para as mitocôndrias, o que adoeceria um paciente.

Além disso, amostras de tecido apontaram inflamação nas células endoteliais que revestem as paredes da artéria pulmonar. O endotélio é uma membrana localizada dentro dos vasos sanguíneos.

Considerando a Covid-19 como uma endotelite, poderia explicar os derrames que ocorrem em quadros mais graves da doença, geralmente desenvolvidos em pacientes com comorbidades como hipertensão arterial e diabetes.

Pacientes com problemas circulatórios e Covid-19

Segundo o angiologista e cirurgião vascular da Clínica Angiomedi Dr. Antonio Carlos Souza, os pacientes com doenças circulatórias, do lado arterial, como, por exemplo, as pessoas que têm problema de falta de circulação, entram para o grupo de risco da Covid-19.

Dessa forma, os indivíduos com esse quadro, ao serem contaminados pelo vírus, têm uma chance maior de evoluírem para situações mais sérias, com piores consequências.

Relação entre Covid-19 e trombose

A Covid-19 ainda aumenta o risco de trombose, ou seja, a formação de um coágulo sanguíneo em uma ou mais veias do corpo, o que afeta a circulação do sangue.

As varizes, somadas à Covid-19, também são um fator de risco para a trombose. Apesar disso, não existe uma situação de causa e efeito determinada.
Com isso em vista, muitos pacientes que já tiveram trombose se questionam sobre os cuidados a serem tomados e ainda relatam a preocupação sobre a infecção da Covid-19.

O Dr. Antonio Carlos Souza explica que esse público deve prosseguir o tratamento com medicamentos que previnem outros episódios, pois existe, naturalmente, o risco de desenvolver outro caso. Ele ainda conclui: “O que precisa é aumentar, resguardar e avaliar como será o manejo dessa situação durante o tratamento da Covid e eventualmente até depois da Covid”,

Sobre a Clínica Angiomedi

A Clínica Angiomedi surgiu com o intuito de tornar-se um centro médico altamente especializado em saúde vascular. Isso inclui a prevenção, o diagnóstico e tratamento dos transtornos circulatórios. Seus serviços são inovadores e de qualidade, buscando satisfazer os clientes e colaboradores, respeitando a comunidade e o meio ambiente.

Fonte: Olhar Digital

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
WhatsApp chat